Meus pensamentos fazem zig-zag pelos quatros cantos do universo

 
Tenho pena daqueles que julgam
o meu amor ousado
despudorado
daqueles que não pulsam
e que não conseguem suar
e sentir o cheiro
e o gosto do gozo
depois de amar.
Tenho pena dos que não pecam
tementes
dementes
e não se entregam.
Tenho pena dos que vivem
pedindo perdão
por sentir tesão
e passam pela vida
sem ter que curar
uma ferida
sem ter na carne
uma cicatriz
sem ter um dia
escapado por um triz.
 
Pobres homens tristes
que fizeram tudo certinho
mas não foram felizes.
 
POBRES HOMENS TRISTES por Mara Mangorra
 
Beijos da Che
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: