Permaneça vivo enquanto você viver

 
Uma piada conhecida começa assim: alguns sacerdotes estavam discutindo a questão de quando começa a vida.
– A vida começa, disse o padre católico, no momento da concepção.
– Não, não padre, disse o pastor presbiteriano, a vida começa na hora do nascimento.
Ambos então voltaram-se para o envelhecido rabino judeu.
– A vida começa, disse o rabino acariciando vagarosamente a sua barba, quando as crianças vão embora de casa e o cachorro morre.
 
É muito comum ouvir dizer que a vida começa aos 40; outra coisa que se diz muito é que a vida termina quando alguém se aposenta. Então os anos de vida que se têm são muito poucos. A vida, vida mesmo, pode começar quando você quiser que comece, e pode continuar por muito, muito tempo – apesar da idade. O importante não é propriamente viver, mas sim, permanecer vivo enquanto você viver!
 
A escada rolante é um excelente lugar para você aprender uma ótima lição sobre “viver ”. Você, provavelmente, já viu gente que, sabe-se lá porquê, “diverte-se” tentando subir pela escada que desce, ou querendo descer pela escada que sobe. O “divertimento”, nestes casos, consiste em correr como doido, molhar a camisa na escada que sobe, para, no final da brincadeira, continuar plantado no mesmo lugar. Na escada que desce, o fenômeno é outro: o sujeito tem de fazer das tripas coração, segurar-se como pode, viver como se estivesse à beira de um precipício para não despencar no fundo do poço da escada que desce, ou seja, para continuar plantado no mesmo lugar.
 
Tanto tempo, esforço, suor, para nada! “Estar ativo” não significa, necessariamente, estar “em movimento”. De que adianta movimentar-se tanto e não sair do mesmo lugar? De que adianta viver sem estar vivo?
 
Sempre que você ficar em dúvida sobre se está ou não andando realmente para onde quer ir, pare um momento e pergunte a você mesmo: “será que não estou insistindo em descer pela escada de subir?” Ou, ao contrário, conforme a circunstância: “será que eu não estou insistindo em subir pela escada de descer?”.
 
Em qualquer caso, o que interessa é descobrir se você está ou não empregando corretamente sua energia e, principalmente, se a está empregando para andar na direção em que deseja andar. Em outras palavras: “Você está sabendo usar corretamente a escada… ou é a escada que está encarregada de decidir?”.
 
Não se esqueça de que na hipótese de você achar que está sendo muito “esperto” ao se livrar da responsabilidade de decidir sobre sua vida, quando a escada é quem decide, o risco é muito grande: você pode estar suando a camisa e se esfalfando para acabar… plantado no mesmo lugar.
 
Você veio a este mundo repleto de valores. Um propósito, um objetivo, um sonho – estes são os ingredientes para permanecer vivo. Você é uma pessoa de valor; existe uma razão para a sua vida. Alimente este propósito todos os dias.
 
Isso irá mantê-lo vivo enquanto você viver.

Adaptado do livro Insight 2, de Daniel C. Luz

Beijos da Che

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: